Boddhisattva Tara



No Budismo existem os chamados Boddhisattvas que são aquelas pessoas que estão a um passo de se tornarem Budas. Dentro da linha do budismo Tibetano destacam-se os Boddhisattvas Avalokitesvara, Tara e Manjushri.

Tara é conhecida como Boddhisattva da Energia e da Cura.



Tara é a protetora dos fracos e dos oprimidos como também é uma excelente guia para os grandes místicos. Ela é a estrêla guia e a protetora atuando nos recantos mais profundos de nossa mente. Ela é a guia e a instrutora de muitos santos, gurus e lamas na tradição do Budismo Tibetano Ela sozinha pode nos trazer à iluminação. Ao fazer a prática da Tara alcançamos a inspiraçào religiosa ou experiência mística que tanto procuramos

Aspectos Físicos

Se observarmos em sua mão, veremos que sua mão esquerda está em um mudra de conceder refúgio: seu polegar e dedo anular pressionados juntos que simboliza a prática conjunta de método e sabedoria, e os três dedos restantes estão levantados para representar as Três Jóias de Refúgio - Buda, Dharma e Sangha. Sua mão direita está em uma postura chamada da Dádiva Suprema simbolizando sua habilidade de suprir os seres, quaisquer que sejam os seus desejos.

Tara pode nos proporcionar dádivas relativas e/ou supremas. As dádivas relativas são , a saber, as coisas mundanas como uma boa casa, um emprego, dinheiro, carro , e assim por diante; como também as dádivas que estão na ordem das experiências místicas e conhecimentos. Se estamos pedindo por isso, podemos visualizar a Tara com a palma da mão virada para cima: esta é a postura de mão das dádivas relativas.

Mas na realidade, todas estas dádivas são apenas parte, ou passos, para a dádiva suprema: a dádiva para tornar-se um Buda. Esta é a dádiva suprema, e assim visualizamos a Tara com a palma da mão virada para frente , como está na gravura.

Seu rosto é tranqüilo. Seus olhos são sábios e compassionados. Seu olhar contemplativo é como o oceano. Ela olha para cada ser senciente com uma mãe olha para seu filho

Tara (que significa "estrela"é um Bodisatva da Cmpaixão. Ela representa compaixão na ação e por isso sua perna direita da Tara está ligeiramente adiante indicando que ela está pronta para a ação, a qualquer momento, para nos ajudar. A perna esquerda recolhida indica sua renúncia das paixões mundanas. Ela usa os ornamentos que indicam a conquista da perfeição da generosidade, moralidade de alguem quem tomou os votos Mahayana de alcançar o Budato para o benefício de todos os seres. Ela leva os três lotus: um botão, um meio-aberto e um totalmente desabrochado Isto simboliza desdobramento espiritual; ou que ela, a manifestação corpórea das atividades iluminadas, é a Mãe dos Budas do passado, presente e futuro.

Tara está sentada sobre um lotus que é uma linda flor que nasce da lama. No Budismo o lotus representa o caminho que a Mente Iluminada toma a partir da lama do mundo.