Cromoterapia



A Cromoterapia é a ciência que emprega as diferentes cores para alterar ou manter as vibrações do corpo naquela frequência que resulta em saúde, bem estar e harmonia.

O ser humano e a natureza necessitam da luz do sol para viverem. Sem luz não há vida e dessa maneira, o homem e a natureza recebem a luz solar e esta se decompõe em sete raios principais que são distribuídos por todos os nossos corpos, físico e energético. Se houver desequilíbrio dessas cores, as doenças refletem-se no nosso corpo físico e adoecemos.

A Cromoterapia, portanto, através de suas cores energéticas, reestabiliza o equilíbrio do organismo, obtendo-se, portanto, a cura.

Em Cromoterapia, as 3 cores primárias (luz energética) são: Vermelho, Verde e Azul (conhecido RGB). E tratando-se de pigmentação, o vermelho, o amarelo e o azul, são básicas. Então podemos observar que existe uma diferença entre "cor-luz" e "cor-pigmentação".

As cores de ondas que seguem a direção do vermelho são cores voltadas para a matéria, para sensações. Em química é a parte ácida. As cores de ondas que seguem em direção ao violeta, são cores voltadas para o desconhecido, ou seja mundo espiritual. Em química é a parte básica, ou alcalina. Em nosso corpo físico temos uma parte ácida e outra alcalina, que devem estar sempre em equilíbrio.

A Cromoterapia trabalha em cima dos chacras (pontos de captação de energia do ser humano e estão localizados no duplo etérico. Possuem formato de roda ou vórtices e, no ser humano normal, têm um diâmetro de 5 a 6 centímetros) que estão apresentando variação irregular de energia, reestabelecendo o equilíbrio energético.

Para o reequilíbrio energético do chacra, se aplica luz de uma determinada tonalidade (ver relação abaixo). A aplicação da luz pode ser obtida através de lâmpadas coloridas ou lentes luminosas, cristais e a própria mente.

A energia luminosa das cores é da mesma natureza da energia eletromagnética das ondas de rádio e televisão, as quais constituem a essência do pensamento humano. Tais como os transmissores e receptores de ondas de rádio, os seres humanos são também transmissores e receptores das energias do pensamento. Ao emitirmos as mais diversas formas de pensamento, estamos emitindo vibrações que são captadas pelas pessoas que nos são afins, mesmo que inconscientemente. Portanto, podemos emitir a energia das cores pelo simples ato de pensar. Cada cor possui uma freqüência de vibração específica, com características apropriadas à aplicação em determinados sintomas físicos.

Cada parte do nosso corpo esta estritamente relacionada com as cores do espectro, portanto, dependendo da moléstia, necessitamos tratar essa parte com sua cor vibracional correspondente. Por exemplo: diabetes usamos o amarelo por sua ação reativadora e renovadora.

Cor
Significado
Vermelho Ativador da circulação e sistema nervoso muito pouco utilizado)
Rosa forte Age como desobstruidor e cauterizador das veias, vasos e artérias e eliminador de impurezas no sangue
Rosa Ativador, acelerador e eleminador de impurezas do sangue
Laranja Energizador e eliminador de gorduras em áreas localizadas
Amarelo forte Fortificante do corpo, age em tecidos internos
Amarelo Reativador, desintegrador de cálculos, purificador do sistema e útil para a pele
Verde forte Anti-infeccioso, anti-séptico e regenerador
Verde Energia de limpeza, vaso-dilatador e relaxante dos nervos
Azul forte Lubrificante das juntas e articulações
Azul Sedativo, analgésico, regenerador celular dos músculos, nervos, pele e aparelho circulatório
Índigo Anestésico, coagulante e purificador da corrente sanguínea. Limpa as correntes psíquicas
Violeta Sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauterizador das infecções e inflamações


Cor
Molestia
Amarelo AIndigestão, hepatite, icterícia, fígado, vesícula-biliar, pâncreas, rins, intestinos, espinhas e afecções da pele
Laranja Asma, bronquite e pulmões
Azul forte Resfriado, sinusite, infecção do ouvido, estresse, tensão nervosa, reumatismo agudo e articulações
Azul Inflamação de garganta, tireóide, prisão de ventre e espasmos
Índigo Inflamações dos olhos, catarata, glaucoma, cansaço ocular, epistache (sangramento nasal) e nevralgias
Violeta Incontinência urinária e psicoses