O Milagre Do Amor




Quando a dúvida lhe chegue, maliciosa, indague ao amor qual a conduta a seguir.

Quando a saudade avizinhar-se, tentando macerar-lhe o coração, refugie-se no amor e deixe que as recordações felizes laurizem a noite em que você se encontra.

Quando a aflição aturdir-lhe o íntimo, chame o amor, para que a calma e a confiança predominem nas suas decisões.

Quando a suspeita buscar aninhar-se-lhe no coração, dirija o pensamento ao amor e a paz dominará as paisagens dos seus sentimentos.

Quando a cólera acercar-se da sua emotividade, recorde-se do amor e suave balada de entendimento se lhe fará ouvida na acústica da alma.

Quando o abandono ameaçar estraçalhar-lhe os sonhos, ferindo-lhe a alma, busque o amor, que lhe dará fortaleza para prosseguir, embora a sós.

Em qualquer situação, dirija-se ao amor. Só o amor possui o correto entendimento de todas as coisas e fala, em silêncio, a linguagem de todos os idiomas.

O brilho de um olhar, um sorriso de esperança; um gesto quase imperceptível; um movimento rítmico; um aceno; a presença do ausente; um toque; a música de uma palavra só ,o amor logra transformar em bênção.

Feita de pequenas andas, o amor é a força eterna que embala o princípe no leito dourado e o órfão na palha úmida.

O amor é o único mecanismo que conduz o fraco às tarefas gigantescas; que impulsiona o progresso real; que dá dignidade à vida; que impele ao trabalho de reverdecer o pantanal e o deserto; que concede alento; quando a morte parece dominar, soberana...

O amor é a vida, sem o qual esta perderia o sentido e a significação. Quando se ama, a noite coroa-se de astros e o dia se veste de sorriso

O amor colore a palidez do sofrimento e o erradica. Sem este milagre, que é o amor, não valeria a pena viver. Em tudo está a presença do amor que provém de Deus e é Deus. Descubra o amor, e ame.

Ame, e felicite-se, colocando, na estrada do amor, sinais de luz, a fim de que nunca mais haja sombra por onde ele tenha transitado a derramar claridade.

Por tais razões, Jesus-Cristo reuniu toda a lei e todos os profetas, num só mandamento, cuja estrutura comportamental e finalidade última é o "Amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo".

Não tema, portanto, amar.

(Eros - Divaldo Franco)