Hoje Simplesmente...




Dê uma flor, a quem tem dor.
Dê um beijo inesperado, em quem está desesperado.
Arrisque um abraço, em que está em embaraços.
Dê-se todo, a quem tem nojo, como um ogro, da raiz ao bojo, de si mesmo e de todos.

Não adie mais sua felicidade - isso é uma grave necessidade.
Nem pense estar perdido - isso é total desatino.
Procure, sim, por outro lado, encontrar-se em um bom moral estado.
Ser bom não é ser tolo, é ser lógico, é ser crítico, psicológico, sem conflito.

Fazendo isso, mas fazendo hoje, você pode, sem detença, encontrar-se em paz e com bem-querença, de si mesmo e de todos, com a felicidade como fado, uma divina sentença.

(Benjamin Teixeira pelo espírito Eugênia)