Oração Íntima




Senhor!... Tu que me deste paz e consolo à vida,
Não me dês condição para espalhar na vida a sombra da discórdia,
Ou estender na estrada as pedras da aflição...

Tu que acendeste em mim a luz do entendimento, na fé com que me alteias,
Não consintas, Jesus, que eu suprima a esperança das estradas alheias.


Tu que me concedeste o verbo edificante que nos induz a pratica do bem,
Nunca me deixes formular palavra, capaz de condenar ou de ferir alguém.

Tu que me desvendaste o sublime valor da provação, que a Lei de Causa e Efeito determina, Não me faças entregue à queixa e ao desencanto, em que eu possa esquecer a Justiça Divina.

Tu que me conferiste o privilégio e a bênção do serviço, como ensejo celeste e dom perfeito,
Não permitas que eu viva sem trabalho, desfrutando o descanso sem proveito.

Naquilo que eu deseje e naquilo que eu sinta, pense, diga ou faça, contrariamente à Eterna Lei do Amor, em tudo quanto eu queira sem que o queiras, não me aproves, Senhor!...