O QUASE-PRESENTE


desculpe
o quase-presente
apressado
o quase-gesto
esperado
o quase-sorriso
ensaiado
o quase-coração
disparado

desculpe
o quase-natal feliz
sonhado

aproveitei
e me presenteei
da quase-releitura
dos caminhos quase-escolhidos
pelos meus poemas quase-escondidos

... me deparei
com quase-sonhos de rei

encontrei
um quase-mim
que um dia quase-serei

(Orlando Vaz Carneiro)