ENGANO DE MENINA


A esperança que em meu coração fiz crescer
Criou-me fantasias, desalentos, mentiras e dores
Encantava-me com vossa beleza, jovem ainda,
Na passada noite, despetalado, o sentimento se viu
Vós, que vezes ingênua, aos meus olhos, menina,
Lançaste-me em palavras - cruezas, o coração sentiu.

Porém, com remorso, vossos olhos tristes choraram.
O que fazeis menina ? Exigis em vida disciplina !
Conheceis histórias de meus males, não credes ?
Ou veneras somente a quem vos engana o coração ?

Joselito dos Santos