PROCURA


A quem se detiver à minha busca !
Busque-me no fundo das estrelas,
Onde há seu mais intenso brilho.

Nos sentimentos dos meus poemas
No silêncio das águas, no fundo dos rios,
Nos coração apaixonados, ou desventurados
Ou, não me busquem, deixe-me nas ruas

Cantando versos de amores incertos,
De coração despido e alma nua ...

Joselito dos Santos